Como a Tecnologia Pode Ajudar a Sua Igreja

 

Como a tecnologia pode ajudar a sua igreja

Nas últimas duas ou três décadas a tecnologia mudou drasticamente os nossos hábitos, hoje, por exemplo é muito difícil quem não possua um celular. Mesmo que não leva muito jeito com a modernidade já se acostumou aos desafios de viver conectado.

As redes sociais dão o tom do nosso primeiro contato com a tecnologia, aplicativos de mensagens instantâneas hoje são indispensáveis, reúnem grupos de família, de amigos e de redes comerciais, disseminam informações e alavancam pequenos negócios.

Um pouco da história da informática no Brasil

O salto tecnológico que ocorreu dos anos 80 e 90 para os dias de hoje é bastante expressivo, a internet e os computadores já existiam nessa época, mas ainda estavam engatinhando e não apresentavam os recursos de que dispomos hoje, não havia tanta disponibilidade e o custo-benefício não compensava, era apenas para grandes empresas.

Antes dos computadores o que tinha de mais avançado para produzir documentos eram as máquinas de escrever, pipocavam cursos de datilografia nas capitais e no interior, para conseguir um emprego na área administrativa o curso de datilografia era essencial.

Teste Grátis!

Gestão Online para Igrejas Evangélicas
Aplicativo completo, fácil e prático para o controle total da secretaria e do financeiro através do computador ou celular.

Nos anos 80 começaram a surgir os computadores pessoais

No Brasil da década de 1970 havia um interesse da sociedade brasileira no sentido de atingir uma independência de tecnologia para o setor de informática, principalmente os militares e o meio científico.

Então foi criada a Capri – Comissão de Coordenação das Atividades de Processamento Eletrônico para propor uma política governamental de desenvolvimento do setor.

Posteriormente houve uma etapa de desenvolvimento da informática no Brasil e o crescimento da indústria nacional. Isso forçou o governo a reestruturar a Capri e a criação de uma reserva de mercado para pequenos computadores para empresas nacionais e a o controle das importações.

No ano de 1979, o governo intensificou a reserva de mercado para micro computadores e criou a SEI – Secretaria Especial de Informática – que passou a ser o órgão superior de orientação, planejamento, supervisão e fiscalização das atividades de informática no Brasil.

No ano de 1984 o Brasil criou a Política Nacional de Informática e através de legislação específica oficializou a reserva de mercado para o segmento de computadores, inclusive softwares, isso fez a indústria nacional atingir taxa de crescimento de 30% ao ano na década de 80.

Em 1986 o Brasil alcançou a sexta posição no mercado mundial de informática, o quinto maior fabricante, chegando a capacidade de suprir mais de 80% do seu mercado interno.

História da internet no Brasil

Ainda com fins acadêmicos, a internet chegou no Brasil em 1981, através da Bitnet que era uma rede de computadores que ligava a Universidade da Cidade de Nova York à Universidade de Yale, em Connecticut.

Através de um fio de cobre, dentro de um cabo submarino, ela conectava a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP – ao Fermilab, o laboratório de física, que ficava em Illinois, nos Estados Unidos.

A partir do ano de 1994, a internet conquista seu espaço nos meios comerciais, a Embratel lança o Serviço Internet Comercial em caráter experimental. Assim em maio do ano seguinte o serviço se torna definitivo e o Ministério das Comunicações decide fazer a exploração comercial da internet no Brasil.

Em 1996 começaram a funcionar as primeiras empresas provedoras de acesso a internet no Brasil e apenas dois anos mais tarde, com o aumento da estrutura e o crescimento do número de usuários o Brasil já ocupava a 19ª posição mundial no número de hosts.

Mesmo com problemas estruturais, a nossa banda larga se consolidou, o processo de informatização fez da internet um fator fundamental para empresas e consumidores e os serviços de provimento de acesso se tornaram cada vez mais importantes para a disseminação da tecnologia.

Como a tecnologia pode ajudar a sua igreja

As igrejas também fizeram parte dessa evolução

Com o tempo foram surgindo programas e ferramentas voltadas a administração das igrejas, ajuda nos cultos, na comunicação, entre outras tarefas que fizeram com a modernização das igrejas se transformasse num processo natural.

Como sempre enfatizamos em nossos artigos é importante compreendermos que quando investe em tecnologia a igreja não está procurando se comparar a uma empresa. Pelo contrário, ela está justamente querendo cumprir melhor seu papel na sociedade, ganhando novas almas.

Já foi o tempo das fichas feitas na máquina de escrever e dos pesados armários com as gavetas lotadas de papel, fotos 3×4 com gola e as fichas cheias de corretivo em cada mudança que houvesse com a vida do membro.

A tecnologia para ajudar as igrejas hoje

A tecnologia dos computadores aliada com a internet nos propicia muito mais que cadastros bem feitos e sempre atualizados, hoje podemos disparar e-mails, mensagens eletrônicas, avisos coletivos, marcar reuniões e realizá-las online, tudo no conforto das nossas casas.

A partir dos cadastros podemos imprimir credenciais de membros, com foto e assinatura digital do pastor, podemos tirar relatórios de membros ativos e inativos, criar gráficos com diversas visões dos membros da igreja, emitir certificados de batismo, de ordenação e tantos outros.

Uma das coisas mais importantes onde a igreja deve adotar a tecnologia é na gestão financeira e contábil, o controle de dízimos e ofertas, as despesas, a geração de balancetes e o controle do fluxo de caixa com vistas a um planejamento mais adequado.

Como a tecnologia pode ajudar a sua igreja

Existem ainda outras diversas formas da tecnologia servir de auxílio nas atividades administrativas da igreja e instrumento de evangelização.

É bom ressaltar que a internet e a tecnologia não maculam o propósito principal das igrejas, devem e precisam sim serem utilizadas em benefício da evangelização.

Um outro aspecto importante que temos que levar em consideração quando se fala de tecnologia é o poder da comunicação, ela é a força vital da igreja e a base principal da sua missão.

O uso da tecnologia para comunicação da igreja melhora a qualidade da interação dentro e fora da instituição e pode proporcionar um alcance muito além das fronteiras geográficas da igreja e ainda com conteúdo pessoal e personalizado.

O SIGIWEB é uma aplicação web voltada  para a gestão de igrejas, conta com as mais diversas ferramentas que auxiliam nas diversas rotinas eclesiásticas, seja no âmbito da secretaria com cadastro de membros, visitantes e crianças ou no âmbito da tesouraria com lançamentos de caixa, bancos, contas a pagar, dízimos e ofertas, entre outros.