Por que Informatizar a Minha Igreja?

Esse é assunto recorrente quando se fala em organizar a igreja, sempre que há uma reunião de obreiros para discutir algum evento, sempre quando precisamos de alguma informação de um grupo de membros ou das estatísticas da igreja, enfim, aparece esse assunto, mas afinal devo informatizar a minha igreja?

E qual o motivo para informatizar a minha Igreja?

O ano é 2020, estamos no século 21 e é difícil encontrarmos uma casa, uma empresa ou mesmo uma igreja que não tenha um computador, no mínimo o pastor deve ter um notebook e sabe mais o que vou te dizer, o seu equipamento está sendo sub-utilizado se você não tem sistema, seja ele online ou local, para administração da sua igreja e gestão dos seus membros e da sua tesouraria.

Para responder essa questão, ao invés de adentrarmos em toda aquela teoria da administração, citar autores e processos de gestão, vamos fazer como Jesus, falar por parábolas, no nosso caso citando um exemplo através de uma pequena história:

Arquivos com Fichas CadastraisImaginemos o seguinte caso, uma igreja bastante organizada, todos os membros tem uma ficha em papel, com dados atualizados, data de entrada, endereço, até fotografia 3×4 colada na ficha, tudo arquivado num armário de aço, mais ou menos 200 fichas, como era tudo organizado, haviam duas gavetas, uma tinha os membros ativos e outra somente os membros já desligados.

O pastor pediu ao pessoal da secretaria que fizesse uma lista, em ordem de data de nascimento, de todos os membros do sexo masculino, só os solteiros, ele ainda determinou que a lista trouxesse a contribuição dos dízimos dos últimos três meses.

Teste Grátis!

Gestão Online para Igrejas Evangélicas
Aplicativo completo, fácil e prático para o controle total da secretaria e do financeiro através do computador ou celular.

Em uma igreja, não informatizada, que tenha por volta de 200 membros, essa tarefa pode demorar até uma semana. Imagine correr ficha por ficha e separar só aqueles que o seu pastor deseja, depois passar essa lista para a tesouraria, na tesouraria o mesmo processo, correr a lista e buscar o dízimo dos últimos três meses, talvez uma semana não seja o suficiente; se a igreja for informatizada isso pode ser feito em alguns minutos.

Talvez nem fosse necessário escrever mais nada, isso poderia ser o verdadeiro “convencer pelo exemplo”, mas nós queremos te ajudar de verdade, só convencer não basta, até porque você pode até ter um sistema ai na sua igreja que não lhe permita fazer isso em alguns minutos, ai de nada adiantou, não é verdade?

É importante termos em mente que a informatização pode nos ajudar muito, mas nem tudo é possível e temos uma infinidade de aplicativos no mercado, cada qual com suas peculiaridades, a dica é:

Teste antes, certifique-se de que atende suas necessidades, veja se tem suporte, e-mail e um telefone para ligar, a ciência da computação é viva e dinâmica, ela evolui dia a dia, por mais que você “entenda de informática” dificilmente conseguirá se virar sozinho quando acontecer um problema ou aparecer na sua tela aquela mensagem chata informando que não foi possível executar esse programa ou coisa parecida.

Sistema Online para IgrejasO sistema online para sua igreja vai permitir que você tenha acesso aos seus dados de qualquer computador com internet, outro recurso interessante que você deve procurar num sistema online é o privilégio de cada usuário, é importante que você tenha como atribuir cada tarefa ou grupo de tarefas que o usuário possa realizar.

Pode existir um grupo que só tenha acesso aos processos da tesouraria, outro grupo que consiga acessar os processos da secretaria, entretanto, pode haver também um usuário que você queira atribuir a ele tarefas específicas, como por exemplo a Escola Bíblica Dominical ou ainda o Patrimônio, essa é uma maneira eficiente de descentralizar os trabalhos da igreja, cada um no seu quadrado.

Os Motivos

Agora você já deve ter se convencido de que precisa informatizar a sua igreja, em vista dos exemplos que passamos nos parágrafos anteriores, faltam os motivos, certo?

Analisando DadosVamos lá, como você pode ter percebido no nosso exemplo, uma das grandes vantagens de ser informatizar a igreja é a grande velocidade de acesso a informação, como você pode notar nos exemplos, uma coleção de informações complexas, com vários filtros, pode ser obtida em minutos, isso na teoria da administração é essencial, não pode faltar em nenhuma organização.

Um outro motivo extremamente importante, que no final das contas se torna uma vantagem, é a capacidade de análise, quanto mais informações forem inseridas nos sistemas, maior será a nossa condição de estratificar os dados e extrair informações importantes para a igreja, criar indicadores confiáveis e estabelecer metas para o crescimento da igreja.

Os Indicadores que a Igreja Pode Trabalhar

O indicador é um número, uma forma de medir e acompanhar os objetivos da igreja, ele pode ser quantitativo ou qualitativo, é um termômetro que monitora o sucesso ou não das nossas ações que objetivam o crescimento espiritual e nominal da igreja, a capacidade de ação da equipe de obreiros, da liderança e da diretoria.

Indicadores da IgrejaNós desconhecemos uma igreja que não tenha o objetivo de crescer e arrebanhar mais almas, todas querem e esperam crescer e uma forma eficiente de fazer isso é criar indicadores para monitorar se o caminho traçado para o crescimento está realmente nos levando para os resultados que se espera.

É a partir de um indicador que você define uma meta, as vezes por falta de conhecimento, tem gente que acha uma tarefa muito difícil, mas não é, em um outro artigo falaremos sobre metas, agora vamos ensinar você a conhecer e definir alguns indicadores da sua igreja, quantitativos e qualitativos.

Indicador 1 – Porcentagem de Dizimistas

Imagine que uma igreja tenha 180 membros ativos e destes um total de 60 devolvem o dízimo com frequência, aqui temos um indicador, 33,3% dos membros da igreja são dizimistas, ou seja, em cada 10 pessoas que frequentam a igreja, apenas 3 contribuem para sua manutenção.

Indicador 2 – Crianças na EBD

Também no campo da suposição, vamos imaginar uma igreja que tenha 50 crianças cadastradas, filhos de membros ativos, portanto pertencentes a igreja e destas 30 frequentem a Escola Bíblica Dominical, aqui temos um outro indicador, 60% das crianças frequentam a EBD, ou seja, 6 em cada 10 crianças estão na EBD.

Poderíamos também ter um indicador de crescimento, um indicador de batizados, não há limites para essa tarefa, aqui reina o poder da criatividade, entretanto, como você já deve ter observado, não é possível fazer isso contando fichas de papel, você vai precisar de um bom sistema de gestão de igrejas. Como já dissemos um sistema de gestão sozinho não faz a igreja crescer mas é a ajuda que você precisa.